sexta-feira, 2 de outubro de 2009

Igreja - Aborto e Excomunhão

Maioria dos católicos não acredita que excomunhão por aborto diminua a prática
.

Imagens: Blog O mundo em Seu Dia-a-Dia

A excomunhão de mulheres que recorrem ao aborto não contribui para diminuir a prática para 78% dos católicos, revelou pesquisa realizada pelo Ibope a pedido da organização Católicas pelo Direito de Decidir (CDD). O estudo mostra ainda que 86% dos católicos discordaram da excomunhão, pelo arcebispo de Recife, da mãe e da equipe médica que realizou o aborto de uma menina de nove anos que, depois de estuprada pelo padrasto ficou grávida de gêmeos. O levantamento, realizado em julho deste ano, ouviu mais de 2 mil brasileiros em 142 municípios.
.
Ainda de acordo com a pesquisa, 86% dos católicos concordaram com a declaração do ministro da Saúde, José Temporão, sobre o caso. Temporão defendeu na época a opção pelo aborto, justificando que em casos de estupro a lei garante o direito de interrupção da gravidez. Já a atitude do arcebispo foi considerada uma violência por 71% ao colocar em risco a vida da menina. No mesmo grupo, 84% concordaram com o posicionamento do Vaticano, que condenou as declarações do arcebispo.
.
Em relação ao acordo entre o governo e a Santa Sé, aprovado agosto pela Câmara, 78% dos entrevistados foram contrários. Desses, 46% acreditam que o governo não deve fazer acordo com nenhuma religião e 32% defendem que o tratado desrespeita brasileiros de outras crenças.
.
Da Agência O Globo

.

Um comentário:

christianatirador disse...

os padres dizem que nao e certo fazer aborto!! mas quando um padre estupra uma criança ele diz: - nada a comentar. pra mim isso nao esta certo.