segunda-feira, 15 de setembro de 2014

15 de Setembro - Dia do Cliente



A data, implantada inicialmente no Rio Grande do Sul, nasceu com o objetivo de homenagear os clientes de todo o país e de aprimorar as relações comerciais.
Com o objetivo de homenagear os clientes em todo Brasil foi estipulado nos estados do país o dia 15 de setembro como o “Dia do Cliente”. A data, que é a grande sensação do comércio na temporada de inverno, serve para a distribuição de brindes, divulgação de campanhas de valorização do cliente e promoções. O que se pretende com a comemoração do Dia do Cliente é aprimorar as relações comerciais, fortalecer empreendimentos, estimular ações de capacitação profissional para a prestação de serviços de melhor qualidade, movimentar a economia num mês de fracas vendas, criar novas oportunidades de negócios e, com isso, colaborar para a geração de emprego e renda.
A comemoração partiu de uma idéia do administrador gaúcho João Carlos Rego, conferencista e palestrante das áreas de Marketing e Recursos Humanos. Foi justamente o seu estado, o Rio Grande do Sul, quem oficializou a data no calendário no ano de 2003. Esta data foi escolhida pois no mesmo dia é comemorado o Dia Nacional de Defesa do Consumidor.
Fazendo uma diferenciação entre consumidor e clientes, pode-se definir que consumidor é aquela figura que compra para o seu próprio uso e não para revender. Já cliente é aquele que compra com caráter da habitualidade, de um mesmo fornecedor, ou seja, o cliente compra, volta a comprar e ainda recomenda o produto, o serviço ou o estabelecimento. 




8ª Primavera dos Museus em Uruaçu - Programação


Inscrições abertas para oficinas

22 a 26/09/2014 – no Museu Dom Prada Carrera
Visitação Permanente: serão desenvolvidas visitas guiadas durante toda semana para o público em geral. 
Exposição Permanente: obras de pintura em tela (quadros) de artistas plásticos da cidade que valorizam e retratam o cotidiano e a vida de Uruaçu. 
Horário: 8h às 17h

22/09/2014 – no Museu Dom Prada Carrera
Visita Guiada: Para os alunos da Rede Municipal de Ensino. 
Horário: 8h às 17h 

23/09/2014 - no Museu Dom Prada Carrera
Oficina Fotografia no Museu: ministrada pelo fotógrafo Diogo Morais, tem a perspectiva de orientação para o olhar não natural, estético, e da valorização do patrimônio cultural, arquitetônico e ambiental, por meio da fotografia. 
Horário: 14h às 17h 

24/09/2014 – no Museu Dom Prada Carrera
Inauguração do Mini Cinema do Museu: exibição de filmes variados, de caráter educativo e cultural. 
Horário: 8h às 17h 

26/09/2014 – no Museu Dom Prada Carrera
Encontro com Artistas Fundadores do Museu: artistas plásticos, artesãos e precursores, que fizeram parte e/ou contribuíram na organização, fundação e inauguração do Museu Dom Prada Carrera, para um diálogo visando rememoração de fatos da cidade em suas obras expostas no museu. 
Horário: 14h às 17h 

25/09/2014 a 26/09/2014 – no Museu Dom Prada Carrera
Oficina Escultura e Modelagem em Argila: ministrada pelo artista plástico e restaurador Lauriston Antônio e Silva, de Porangatu. A oficina se propõe a trabalhar com a produção de imagens da cultura religiosa. Inscrições gratuitas no Museu. 
Horário: 8h às 12h 

CONTATO: 
Jouse Lopes, diretora do Museu Dom Prada Carrera
Telefone: (62) 8435-0984

sábado, 13 de setembro de 2014

Vem aí... Miss FICTUR 2014


Fonte: Facebook - Uruaçu Agência'de Empreendedorismo‎ 

Adeus, Maycon, Zé Cirilo e Jonas

Luto (TAMBÉM) no futebol de Uruaçu e do Norte 










'JORNAL CIDADE' (Uruaçu - Goiás) - www.jotacidade.com
‘DA REDAÇÃO’ (Jota Marcelo)

O que seria uma pequena viagem de diversão, acabou em tragédia e, Uruaçu e o Norte goiano amanheceram tristes demais em 12 de setembro, tomados pela notícia do acidente de trânsito na BR-153 (trecho Campinorte - Uruaçu) que matou três pessoas: Maycon Alves Braga, José Alves Cirilo e Jonas Domingues de Araujo. 
Mayquinho (23 anos), filho do casal Ilda/Alaor Moreira Braga, família proprietária do Foto Fama, sediado em Uruaçu.
Zé Cirilo (41 anos), irmão de Ilda, cunhado de Alaor e tio de Maycon.
Jonas Tegão (49 anos), policial civil e árbitro de futebol, irreverente, quase sempre cheio de disposição e de mente jovial.
Quando dos acidentes, enquanto boa parte das pessoas adora ver fotos dos veículos e das vítimas, determinada parte opta por outras imagens. Justamente é a segunda alternativa que acontece nesta postagem do ‘Jornal Cidade’ (quinzenário sediado em Uruaçu), uma forma de homenagear as famílias enlutadas.

Desportistas
Profissionalmente nenhum dos três esteve envolvido assiduamente com ‘os mundos’ do futebol e do futsal, mas cada um deles se divertiu e divertiu terceiros dentro das quatro linhas dos gramados e das quadras.
Maycon jogava bem e suave, tinha habilidade. Nunca se preocupou de fato em permanecer jogando continuadamente.
Zé Cirilo brilhou no futebol amador uruaçuense, especialmente nos anos 1990, atuando pelo Sacolão Nikei, pelo Uruaçu, pelo Roma/Centro Cultural Cazuza, entre outros.
Jonas Tegão trilhou apitos por anos e anos por praticamente todas as cidades nortenses; apitou de graça, apitou fiado, apitou e não recebeu, apitou pedindo ajuda de custo. No fundo, gostava de ajudar, apitando. Gostava tanto de ajudar, que - ficando em um exemplo -, se lançou candidato a deputado estadual nas ‘Eleições/2014’ pelo PV, deixando a campanha em agosto.
ENFIM, O FUTEBOL (também) ESTÁ DE LUTO.
Nossa solidariedade, do ‘JC’, aos familiares.

Fotos (três primeiras): Arquivo pessoal; Marquim do Site/Arquivo 'JC'; e, Arquivo pessoal. E nas fotos...
...4 (Maycon é o 3º agachado) (Arquivo pessoal); 5 (Maycon é o 3º agachado) (Arquivo pessoal); Foto 6 (Zé Cirilo é o 3º agachado) (Arquivo/Foto Fama); Foto 7 (Jonas Tegão é o do meio) (Arquivo/Carlos Mauricio Silva Carral). E, imagem (santinho) (Divulgação) (8 fotos) 



ESTE PROTESTO É PARA VOCÊ JOÃO ANTÔNIO DONATI




________________________________________________

MATÉRIA DE CUNHO JORNALÍSTICO - VEDADO POR LEI A CENSURA!
(Aos moderadores do #FacebookBrasil: a Constituição Federal do Brasil, datada no ano de 1988 proíbe qualquer espécie de censura, seja de natureza política, ideológica ou artística - art. 220,§2°).
________________________________________________

"A verdadeira face da LGBTfobia"

O corpo de um jovem foi encontrado em um terreno baldio na cidade de Inhumas, na região metropolitana de Goiânia, na manhã de quarta-feira (10/9/14). De acordo com informações da Polícia Civil, o jovem #RIPJoãoAntônioDonati (perfil no facebook: http://goo.gl/IMRnNy), de 18 anos, era homossexual e há a suspeita de que o crime tenha sido motivado por #LGBTfobia. O delegado Humberto Teófilo, responsável pelo caso, informou ao Jornal Opção Online que será instaurado um inquérito para apurar as motivações do homicídio. 

O delegado Humberto Teófilo apresentou na sexta-feira (12/09/14) um laudo do IML que diz não ter havido fratura nas pernas e nem no pescoço, e que a morte foi causada por asfixia (estrangulamento).

Segundo a família informou aos policiais, João Antônio saiu na manhã da terça-feira (9) e não teria mais voltado para casa. O jovem foi encontrado com o pescoço quebrado, duas pernas também quebradas e a boca cheia de papel. 

MAIS UMA VÍTIMA DA LGBTfobia NO BRASIL. Por que homofobia? 
Foi encontrado na boca do jovem Donati, um papel com a frase de ódio: "Vamos acabar com esta praga!" (Fonte: Blog policial de Goiânia). Existe uma TESTEMUNHA apresentada pela TV Record (foi ao ar dia 11/09/14), que diz ter visto o papel com os dizeres LGBTfóbicos na boca do João. Queremos ESCLARECIMENTOS SOBRE ESTE FATO!! Se houve o papel com dizeres LGBTfóbicos, por que ele sumiu e por que foi tirado do inquérito policial? Secretaria de Segurança Pública de Goiás, isto tem de ser investigado com MUITA SERIEDADE! 

Entrei em contato com a Delegacia de Inhumas (62-3511-2442) e fui informado que não há suspeita de envolvimento com drogas, e que a Polícia Civil trabalha sim com a hipótese de homofobia. 

(Este texto jornalístico é resultado de uma coleta de informações junto a sites de notícias) 

Fonte: Facebook - Helcio Beuclair 


quinta-feira, 11 de setembro de 2014

2º Cantai - Festival de Música da FASEM




Feira do Cerrado


A Rede Cerrado convida você para participar da Feira do Cerrado, nos dias 11 a 21 de setembro, no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB). 


Na Feira será possível encontrar produtos como castanha de baru, conservas, farinha e óleo de pequi, geleias, licores, doces, farinha de jatobá, farinha e azeite de babaçu, produtos derivados do buriti, macaúba entre outros alimentos de espécies nativas de excelência gastronômica. De artesanato o destaque será para os produtos de Capim Dourado feitos no Jalapão/TO, os bordados e cerâmicas do Vale Jequinhonha/MG, as cestarias de buriti e bordados do Vale do Urucuia/MG e as cestarias indígenas da etnia Kayapó/PA.

Na tenda gastronômica serão comercializados sanduiches naturais, salgados integrais, tapiocas, bolos, doces e sorvetes e sucos de frutos do Cerrado e diversos outros quitutes feitos a partir dos produtos do Cerrado.

Participe, Feira do Cerrado!


segunda-feira, 8 de setembro de 2014

Feira do Artesanato Mundial e III Salão do Artesanato Goiano


Artesãos, trabalhadores manuais, e público em geral, vem aí a VIII Feira do Artesanato Mundial e o III Salão do Artesanato Goiano no Centro Cultural Oscar Niemeyer em Goiânia de 19 a 28 de Setembro! 

URUAÇU presente em mais esse evento! 

domingo, 7 de setembro de 2014

7 de Setembro - Dia da Independência do Brasil

A Independência do Brasil é um dos fatos históricos mais importantes de nosso país, pois marca o fim do domínio português e a conquista da autonomia política. Muitas tentativas anteriores ocorreram e muitas pessoas morreram na luta por este ideal. Podemos citar o caso mais conhecido: Tiradentes. Foi executado pela coroa portuguesa por defender a liberdade de nosso país, durante o processo da Inconfidência Mineira. 

DIA DO FICO 

Em 9 de janeiro de 1822, D. Pedro I recebeu uma carta das cortes de Lisboa, exigindo seu retorno para Portugal. Há tempos os portugueses insistiam nesta idéia, pois pretendiam recolonizar o Brasil e a presença de D. Pedro impedia este ideal. Porém, D. Pedro respondeu negativamente aos chamados de Portugal e proclamou: “Se é para o bem de todos e felicidade geral da nação, diga ao povo que fico.” 

O PROCESSO DE INDEPENDÊNCIA 

Após o Dia do Fico, D. Pedro tomou uma série de medidas que desagradaram a   metrópole, pois preparavam caminho para a independência do Brasil. D. Pedro convocou uma Assembléia Constituinte, organizou a Marinha de Guerra, obrigou as tropas de Portugal a voltarem para o reino. Determinou também que nenhuma lei de Portugal seria colocada em vigor sem o "cumpra-se", ou seja, sem a sua aprovação. Além disso, o futuro imperador do Brasil, conclamava o povo a lutar pela independência. 

O príncipe fez uma rápida viagem à Minas Gerais e a São Paulo para acalmar setores da sociedade que estavam preocupados com os últimos acontecimento, pois acreditavam que tudo isto poderia ocasionar uma desestabilização social. Durante a viagem, D. Pedro recebeu uma nova carta de Portugal que anulava a Assembléia Constituinte e exigia a volta imediata dele para a metrópole. 

Estas notícias chegaram as mãos de D. Pedro quando este estava em viagem de Santos para São Paulo. Este fato ocorreu no dia 7 de setembro de 1822 e marcou a Independência do Brasil. No mês de dezembro de 1822, D. Pedro foi declarado Imperador do Brasil. 

IMPORTANTE: 

O Hino da Independência do Brasil foi criado logo após o 7 de setembro. A letra do hino é de Evaristo da Veiga e a música de D. Pedro I. 

HINO DA INDEPENDÊNCIA 

Já podeis, da Pátria filhos,
Ver contente a mãe gentil;
Já raiou a liberdade
No horizonte do Brasil.

Brava gente brasileira!
Longe vá… temor servil:
Ou ficar a pátria livre
Ou morrer pelo Brasil.

Os grilhões que nos forjava
Da perfídia astuto ardil…
Houve mão mais poderosa:
Zombou deles o Brasil.

Brava gente brasileira!
Longe vá… temor servil:
Ou ficar a pátria livre
Ou morrer pelo Brasil.

Não temais ímpias falanges,
Que apresentam face hostil;
Vossos peitos, vossos braços
São muralhas do Brasil.

Brava gente brasileira!
Longe vá… temor servil:
Ou ficar a pátria livre
Ou morrer pelo Brasil.

Parabéns, ó brasileiro,
Já, com garbo varonil,
Do universo entre as nações
Resplandece a do Brasil.

Brava gente brasileira!
Longe vá… temor servil:
Ou ficar a pátria livre
Ou morrer pelo Brasil. 

Glossário: 

- Brava: valente
- Servil: relativo a servo, subserviente
- Grilhões: corrente de metal
- Perfídia: deslealdade, traição
- Astuto: habilidoso para fazer o mal
- Ardil: artimanha, estratégia
- Ímpias: cruéis
- Falanges: tropa, legião
- Hostil: inimigo
- Garbo: elegância, porte
- Varonil: viril, esforçado 

Fonte: www.suapesquisa.com.br