domingo, 15 de março de 2015

Eles não sabem, mas é Dilma quem melhor os representa


A multidão que tomou as ruas do País neste domingo carregava várias bandeiras, mas uma se destacava: o fim da corrupção, agenda que, em vez de dividir, deveria unir o País. Agora, responda a algumas questões: quem demitiu Paulo Roberto Costa da Petrobras? Quem, volta e meia, enfrenta rebeliões no Congresso Nacional, por não se sujeitar docilmente ao toma-lá-dá-cá da política? Quem, em seu discurso de posse, defendeu a reforma política, com o fim do financiamento empresarial de campanha, raiz de todos os escândalos nacionais? Por último, mas não menos importante, quem é um dos raros nomes da vida pública nacional que não enriqueceu na política? Se você pensou em Dilma Rousseff, acertou 

Qualquer que seja o número final das manifestações deste domingo, que ainda devem gerar muita divergência entre governistas e oposicionistas, dois pontos são incontestáveis. Em primeiro lugar, era uma multidão, como raras vezes se viu no País. Em segundo, a principal bandeira comum era o combate à corrupção – algo que deveria ser um fator de união e não de divisão do País. 

Considere, agora, critérios objetivos para avaliar em que medida um político é ou não corrupto. O principal deles, o patrimônio pessoal, antes e depois do ingresso na vida pública. 

O que fará a presidente Dilma Rousseff depois de 31 de dezembro de 2018, quando terminará seu mandato? (sim, o Brasil é uma democracia consolidada, que não tolera golpes de estado). 

Ao que tudo indica, ela deixará o Palácio do Alvorada e irá morar perto do neto, em Porto Alegre, mantendo uma típica vida de classe média. Dilma não sairá da presidência da República com apartamento em Paris, casa de praia, fazenda, aviãozinho particular, nada disso. Também, ao contrário de Lula e FHC, não terá seu instituto. O segundo mandato será seu último cargo público. Dela, poderá se dizer qualquer coisa, menos que enriqueceu na política – o que é uma raridade. 

Passe, agora, para um segundo critério: a defesa das instituições. Em meio a um cerco inédito ao PT e ao seu governo, que esconde interesses inconfessáveis, ela manteve a autonomia do Ministério Público e da Polícia Federal, mesmo quando alguns exageros pareciam ter a intenção deliberada de atingir resultados políticos. Na Operação Lava Jato, delegados que a agrediam nas redes sociais, antes das eleições, foram mantidos. Teria sido assim em outros governos, onde órgãos de fiscalização são claramente aparelhados? 

Bom, Dilma pode até ser honesta, mas permitiu a 'roubalheira' na Petrobras. Então, responda: quem demitiu Paulo Roberto Costa? Quem demitiu Renato Duque? Sim, foi Graça Foster, que era, até recentemente, a extensão da presidente Dilma na estatal. 

Terceiro critério: a relação de um governo com a base aliada. Frequentemente, a presidente Dilma Rousseff é acusada de conduzir mal suas relações políticas. Nos últimos quatro anos, ela enfrentou várias rebeliões no Congresso. Recentemente, perdeu a disputa para a presidência da Câmara dos Deputados, quando o Palácio do Planalto foi derrotado por Eduardo Cunha (PMDB-RJ). Qual é o motivo? Dilma, ao contrário de outros governantes, não se submete docilmente ao toma-lá-dá-cá da política. 

É esse o caminho mais fácil? Não, bem mais simples seria entregar todos os anéis, e também os dedos, ao parlamento. Mas, goste-se ou não, não é o jeito Dilma de governar. FHC, por exemplo, entregou o setor elétrico ao PFL (atual DEM), de Antônio Carlos Magalhães, que, naquele momento, tinha força no parlamento. Resultado: FHC conheceu a paz no Congresso, aprovou até a emenda da reeleição, mas o Brasil conheceu o apagão, em 2001. 

Dilma, aliás, viveu seu melhor momento de popularidade quando enfrentou interesses de sua própria coalizão governista e se tornou, aos olhos da opinião pública, a "faxineira". Depois, quando se aproximaram as eleições, essa imagem se perdeu. São as contradições de um regime presidencialista fortemente submetido aos interesses do parlamento. 

Por último, o critério mais importante, num país onde a corrupção, em muitos casos é individual, mas é sobretudo sistêmica: quem propõe o melhor mecanismo para solucionar os vícios da política brasileira? 

O senador Aécio Neves (PSDB-MG), que bateu na trave na Operação Lava Jato e quase foi denunciado pelo esquema de caixa dois em Furnas, tendo sido citado pelo doleiro Alberto Youssef, disse durante as eleições que, para eliminar a corrupção no País, bastaria acabar com o PT. 

Será mesmo? Um dos coordenadores da campanha de Aécio à presidência da República, o senador Agripino Maia (DEM-RN), foi denunciado ao Supremo Tribunal Federal, acusado de receber uma propina de R$ 1,1 milhão. Outro dos coordenadores, o senador Cássio Cunha Lima (PSDB-PB), já foi cassado por compra de votos. E o Swissleaks, que mal começa a ser desvendado, já revelou a conta de um personagem que foi diretor do Metrô de São Paulo, no governo de José Serra (PSDB-SP). 

A presidente Dilma Rousseff já apresentou sua agenda no discurso feito no dia da vitória eleitoral, em 2014. Os pontos centrais são a reforma política e o fim do financiamento empresarial de campanha – ponto de convergência que a aproxima até de lideranças moderadas da oposição, como o governador paulista Geraldo Alckmin, do PSDB. 

Portanto, se você foi às manifestações deste domingo, saiba que a presidente Dilma Rousseff é honesta, como até seus adversários reconhecem, não se dobra facilmente ao fisiologismo político e defende mudanças institucionais para fortalecer a democracia brasileira e torná-la imune à influência deletéria do dinheiro privado. Portanto, é ela quem melhor lhe representa – a menos, é claro, que seu interesse não seja propriamente o combate à corrupção. 

sábado, 14 de março de 2015

PARA CNBB, IMPEACHMENT DE DILMA ENFRAQUECERIA INSTITUIÇÕES *** PAPA FRANCISCO DEFENDE FINANCIAMENTO PÚBLICO DE CAMPANHAS



PARA CNBB, IMPEACHMENT DE DILMA ENFRAQUECERIA INSTITUIÇÕES
- PAPA FRANCISCO DEFENDE FINANCIAMENTO PÚBLICO DE CAMPANHAS - ***Entidade diz não haver indícios que justifiquem impeachment da presidente.CNBB defende apuração de denúncias de corrupção e punição de culpados. - A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) afirmou nesta quinta-feira (12) que o país passa atualmente por uma crise "ética e moral" na política, mas que não há indícios que justifiquem um pedido de impeachment da presidente Dilma Rousseff, tal pedido poderia "enfraquecer" as instituições do governo Bispos da entidade se reúnem nesta tarde com a presidente, a convite dela. -
"Existem regras para se entrar com um pedido inicial de impeachment. Creio que não chegamos a esse nível", disse o secretário-geral da CNBB, Dom Leonardo Ulrich Steiner. "A reação que nós sentimos também é que as manifestações de rua são de discordância, muitas vezes ideológicas, o que é normal e necessária e democrática, mas propor um impeachment seria enfraquecer um pouco as instituições ( o que enfraquece a democracia )." - "Pelo que a gente tem como informação do Supremo Tribunal [Federal], não há nenhum indício de algum ato que possa justificar qualquer denúncia quanto à presidente da República", disse o presidente da CNBB, cardeal Raymundo Damasceno Assis. - "Segundo o Supremo Tribunal federal, a presidente só poderia ser indiciada depois de uma investigação, seguido de um processo, caso houvesse algum delito, alguma denúncia fundamentada contra algum fato cometido por ela durante o seu mandato", afirmou Damasceno. - Para a entidade, a organização de manifestações públicas, como as marcadas para este fim de semana em várias cidades do país, são resultado do escândalo de corrupção na Petrobras somado às medidas de ajuste fiscal adotadas pelo governo, inflação alta e a crise entre o Executivo e o Legislativo, que causaram um "mal-estar" na sociedade. - "Vemos denúncias novas a cada dia e vamos ficando, de certo modo, assustados. Isso vai gerando um mal-estar em toda a população, diante da crise ética e da moral do nosso país", disse o presidente da CNBB. "Sabemos que a corrupção sempre existiu ( desde a chegada do império no Brasil ), continua existindo, e não só no Brasil, mas em toda parte, mas é fundamental que a Justiça realmente puna os condenados e os corruptores." -
“EXISTEM REGRAS PARA SE ENTRAR COM UM PEDIDO INICIAL DE IMPEACHMENT. CREIO QUE NÃO CHEGAMOS A ESSE NÍVEL" - DOM LEONARDO ULRICH STEINER, SECRETÁRIO-GERAL DA CNBB -
Em nota, a CNBB disse que as denúncias de corrupção devem ser “rigorosamente apuradas” e os corruptos e corruptores, punidos. "Enquanto a moralidade pública for olhada com desprezo ou considerada empecilho à busca do poder e do dinheiro, estaremos longe de uma solução para a crise vivida no Brasil", diz a nota. No texto, a entidade também pede o fim do fisiologismo político e uma reforma política ( URGENTE ) ( REFORMA POLÍTICA SE FAZ COM ASSEMBLEIA CONSTITUINTE EXCLUSIVA E SOBERANA ! ). - - O secretário-geral Dom Leonardo afirmou ainda ser importante o diálogo entre o Congresso Nacional e a presidente para tentar superar o momento de crise. "Há um mal-estar da sociedade de um modo geral, ainda mais nessa crise ética e moral a qual estamos passando, em relação à [operação] Lava Jato e outros setores também...", disse. ( HSBC – 2015 R$ 8 bilhões ) ( citamos 10 dos maiores pela ordem crescente : Mensalão - 2005 R$ 55 milhões, Operação sanguessuga - 2006 R$ 140 milhões, Sudam - 2001 R$ 214 milhões, Operação Navalha - 2007 R$ 610 milhões, Anões do Orçamento - 1993 R$ 800 milhões, Trensalão de SP – 2014 R$ 834 milhões, TRT/SP - 1999 R$ 923 milhões, Banco Marka - 1999 R$ 1.8 bilhões, Vampiros da Saúde - 2004 R$ 2.4 bilhões, Banestado - 2003 R$ 42 bilhões, Privataria Tucana - 1997 R$ 100 bilhões ) - ( Fonte: http://top10mais.org/top-10-maiores-crimes-de-corrupcao-no-brasil/ ) - "Por isso, insistimos na importância do diálogo da presidente com o Congresso Nacional e com as organizações da sociedade civil e da igreja, que não se furta a participar desse diálogo quando necessário e oportuno." - - ( LISTA DOS CASOS DE CORRUPÇÃO DENUNCIADOS NO BRASIL ENTRE 1970 E AGORA ) : - Anos 70 1. Caso Lutfalla (1977) 1 2. Caso Roberto Farina - Anos 80 1. Escândalo da Mandioca (1979 e 1981) 2. Escândalo da Proconsult (1982) 3. Caso Chiarelli (1988) 4. Coroa Brastel - Anos 90 1. Caso Jorgina de Freitas 2. Caso Edmundo Pinto (1992) 3. Caso Nilo Coelho 4. Caso Eliseu Resende 5. Caso Queiroz Galvão 6. Caso Ney Maranhão 7. CPI do Detran (em Santa Catarina) 8. Dossiê da Pasta Rosa (1995) 9. Escândalo dos Anões do Orçamento 10. Caso Rubens Ricupero (também conhecido como "Escândalo da Parabólica"). 11. Escândalo do Sivam 12. Escândalo do Banestado 13. Escândalo da Encol 14. Escândalo da Mesbla 15. Dossiê Cayman (ou Escândalo do Dossiê Cayman ou Escândalo do Dossiê Caribe) 16. CPI do Banestado 17. Banco Nacional de Minas Gerais 18. Banco Noroeste 19. Banco Econômico 20. Bancos Marka e Fonte Cindam 21. Escândalo da SUDAM e da SUDENE - Década de 2000 1. Caso Luís Estêvão 2. Caso Celso Daniel 3. Operação Anaconda 4. Escândalo do Propinoduto 5. Escândalo dos Bingos (ou Caso Waldomiro Diniz) 6. Caso Kroll 7. Escândalo dos Correios (Também conhecido como Caso Maurício Marinho) 8. Escândalo do IRB 9. Escândalo do Mensalão 10. Mensalão mineiro 11. Escândalo do Banco Santos 12. Escândalo dos Fundos de Pensão 13. Escândalo do Mensalinho 14. Caso Escândalo da Quebra do Sigilo Bancário do Caseiro Francenildo) 15. Escândalo das Sanguessugas (Inicialmente conhecida como Operação Sanguessuga e Escândalo das Ambulâncias) 16. Operação Confraria 1 17. Operação Dominó 18. Operação Saúva 19. Escândalo do Dossiê 20. Escândalo da Renascer em Cristo 21. Operação Hurricane (também conhecida Operação Furacão) 22. Operação Navalha 23. Operação Moeda Verde 24. Caso Renan Calheiros ou Renangate 25. Caso Joaquim Roriz (ou Operação Aquarela) 26. Escândalo dos cartões corporativos 27. Caso Bancoop 28. Esquema de desvio de verbas no BNDES 29. Máfia das CNH's 30. Caso Álvaro Lins, no Rio de Janeiro 31. Operação Satiagraha ou Caso Daniel Dantas 32. Escândalo das passagens aéreas 33. Escândalo dos atos secretos 34. Caso Gamecorp 35. Escândalo dos Correios 36. CPI das ONGs 37. Operação Faktor - Década de 2010 1. Operação Tsunami 2. Esquema do Plano Safra Legal 3. Operação Esopo ou Escândalo do Ministério do Trabalho 2 4. Caso Siemens (e Caso Alstom) 3 5. Operação Maet (Judiciário corrompido no TJ-TO) 6. Mensalão do DEM - DF 7. Caso Ana Cristina Aquino (Escândalo do PDT) 4 5 8. Operação Lava Jato ) - O Conselho Permanente da CNBB está reunido em Brasília desde o dia 10. Os bispos vão se encontrar nesta tarde com a presidente Dilma Rousseff, mas o motivo da reunião – a primeira visita oficial de membros da entidade com a presidente no segundo mandato dela – não foi divulgado. - - MANIFESTAÇÕES POPULARES E GOLPE MILITAR - - Os bispos disseram que, embora não tomem partido em nenhuma das manifestações populares, apoiam o ato de protestar. "Sabemos das manifestações programadas para os dias 13 e 15, e a CNBB considera essas manifestações legítimas num regime democrático, contanto que transcorram no respeito ao patrimônio público e particular, com respeito às pessoas", disse Damasceno. - O presidente da CNBB disse ainda não acreditar que a crise atual leve a um novo golpe militar ou a um conflito civil. "NINGUÉM QUER PASSAR POR ESSA EXPERIÊNCIA NOVAMENTE. Creio que não há esse perigo. Vejo como normal essas manifestações em um regime democrático", disse. "Não podemos nos levar por sentimento, emoção, acirramento de posições ideológicas, acima de tudo temos que estar bem no mundo e no nosso país." - O Conselho Permanente da CNBB se reuniu esta semana para dar continuidade à preparação da 53ª Assembleia Geral da CNBB, que vai eleger a Presidência da CNBB e os presidentes das comissões episcopais pastorais entre 15 e 24 de abril. Durante a reunião, o conselho debateu a realidade atual do país e divulgou nota alertando sobre o possível enfraquecimento do Estado. - REF – G1 – Organizações Globo – 12/03/15 http://g1.globo.com/politica/noticia/2015/03/para-cnbb-impeachment-de-dilma-enfraqueceria-instituicoes.html - ***OBS : O que está entre parêntesis é nosso adendo. MNCCD -
Foto: - O secretário-geral da CNBB, Dom Leonardo Steiner, e o presidente da entidade, Raymundo Assis - xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx - ****LEIA - PAPA FRANCISCO DEFENDE FINANCIAMENTO PÚBLICO DE CAMPANHAS - março 12, 2015 - http://www.revistaforum.com.br/blog/2015/03/papa-francisco-defende-financiamento-publico-de-campanhas/ - xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx - - REFORMA POLÍTICA JÁ ! PLEBISCITO OFICIAL PELA CONSTITUINTE SOBERANA E EXCLUSIVA DO SISTEMA POLÍTICO !! FORA FINANCIAMENTO EMPRESARIAL PARA CAMPANHAS ELEITORAIS !!! - MNCCD - MOVIMENTO NACIONAL CONTRA CORRUPÇÃO E PELA DEMOCRACIA - ***PARA FINALIZAR É ESSENCIAL IR A NOSSA PÁGINA E CURTI-LA, E, PEDIR NOTIFICAÇÕES NO MESMO BOTÃO DE CURTIR, SE NÃO O FACE NÃO PASSA NOSSAS PUBLICAÇÕES PARA VOCÊ A NÃO SER QUE PAGUEMOS. : - https://www.facebook.com/pages/Movimento-Nacional-Contra-Corrup%C3%A7%C3%A3o-e-pela-Democracia/394687030649173 - - * POR FAVOR NÃO APENAS CURTAM, MAS COMPARTILHEM ESTE POST COM PELO MENOS 30 PESSOAS, Leva apenas 03 segundos por pessoa; na divulgação é m u i t o mais eficiente que curtir. MUITO GRATOS. - – Quanto mais pessoas curtirem NOSSA PAGINA no FACEBOOK poderemos atingir o maior número de pessoas com esta reflexão e URGENTÍSSIMA mobilização para o nosso BRASIL! - - MNCCD- MOVIMENTO NACIONAL CONTRA CORRUPÇÃO E PELA DEMOCRACIA

quarta-feira, 11 de março de 2015

13 de Março - Dia Nacional de Luta


HOJE - AGORA - DIA 13, TODOS NAS RUAS: ESTADOS CONFIRMAM ATOS !
- “VAMOS ÀS RUAS PARA DEIXAR CLARO QUE A PAUTA QUE VENCEU AS ELEIÇÕES É A QUE TEM DE SER IMPLEMENTADA” - DIA NACIONAL DE LUTA - TODOS ESTADOS CONFIRMARAM O HORÁRIO E O LOCAL ONDE REALIZARÃO O ATO DO DIA 13 DE MARÇO, DIA NACIONAL DE LUTA EM DEFESA DOS DIREITOS DA CLASSE TRABALHADORA, DA PETROBRÁS, DA DEMOCRACIA E REFORMA POLÍTICA, CONTRA O RETROCESSO. ( VER QUADRO DE MOBILIZAÇÃO NO FINAL DO TEXTO ). - Como deixa muito claro o manifesto ( http://cut.org.br/noticias/manifesto-dos-movimentos-sociais-sobre-o-dia-13-de-marco-4d30/ ) assinado por representantes dos movimentos sindical e social, o ato de sexta-feira é em defesa dos trabalhadores e das trabalhadoras, em defesa da sociedade brasileira. - ATENÇÃO - AFIRMAMOS que não é um ato nem pro nem contra o governo.É a favor da DEMOCRACIA ! - FAZER manifestações para conquistar ou manter direitos, por mais e melhores empregos, por aumentos reais de salários, por saúde e educação de qualidade é uma tradição de todo movimento sindical e social brasileiro. - “Foi assim que conquistamos a política de valorização do salário mínimo, a redemocratização do Brasil, aposentadoria para trabalhadores/as rurais, valorização da agricultura familiar e tantos outros benefícios para a classe trabalhadora”, pontua Vagner, presidente nacional da CUT. - O dia 13 foi consolidado para o ato porque é a data em que outras entidades, como a FUP e professores de São Paulo, escolheram para fazer manifestações e debater a pauta da categoria. - O objetivo da mobilização é fazer frente aos ataques especulativos e políticos que recaem sobre a Petrobrás, reiterar a necessidade de derrubar as MPS 664 e 665, que restringem direitos trabalhistas como seguro-desemprego e auxílio-doença, já em vigor, e para defender a democracia. - “Vamos às ruas no dia 13 para deixar claro que a pauta que venceu as eleições é a que tem de ser implementada. Quem quiser implementar uma pauta conservadora, que espere 2018 e tente vencer as eleições,” argumenta Vagner. - - VIVA A DEMOCRACIA ! - - NENHUM DIREITO A MENOS! DIREITO SE AMPLIA, NÃO SE RETIRA! - - CORRUPÇÃO SE COMBATE COM REFORMA POLÍTICA! - - REFORMA POLÍTICA SE FAZ COM ASSEMBLEIA CONSTITUINTE EXCLUSIVA E SOBERANA! - - A PETROBRÁS É NOSSA, FOI CONQUISTADA NA LUTA E SERÁ DEFENDIDA NA LUTA! - - CEF – 100% PÚBLICA - - NÃO À POLÍTICA ECONÔMICA RECESSIVA! - - Ref - Central Única dos Trabalhadores (CUT): - - ***QUADRO DE MOBILIZAÇÃO – DIA NACIONAL DE LUTA – 13 MARÇO 2015 – posição em 9/3/2015, 22h10 : - - UF - DIA NACIONAL DE LUTA – 13/3 - - AC - 9h: Rio Branco - em frente ao Palácio - AL - 9h: Maceió, concentração na Praça Sinimbu e caminhada até a Assembleia Legislativa - AM - 15h: Manaus, concentração na Praça da Polícia, seguida de caminhada até a rua Eduardo Ribeiro esquina com 7 de setembro para panfletagem. - AP - 8h: Macapá, concentração na Praça da Bandeira 10h: caminhada até a Praça do Forte - BA - 7h: Salvador, em frente ao prédio da Petrobrás 15h: Ato em Campo Grande - CE - 8h: Fortaleza, concentração na Praça da Imprensa, e caminhada até a Assembleia Legislativa, - DF - 17h: Brasília na Rodoviária - ES - 16h30: Vitória, concentração em frente à UFES - GO - 10h: Goiânia, no Coreto da Praça Cívica - MA - 7h: São Luís, panfletagem na Praça Deodoro. 15h: Concentração na Praça João Lisboa e passeata na Rua Grande até o final da mesma rua – Canto da Viração – para o Ato Político - MG - 16h: Belo Horizonte, concentração na Praça Afonso Arinos - MS - 9h: Campo Grande, será na Praça do Rádio, às 09h, - MT - 11h: Cuiabá, Praça da República - PA - 15h: Belém, Praça da República, ao lado Teatro da Paz - PB -15h: João Pessoa, em frente ao Cassino da Lagoa - PE - 7h: Recife, concentração no Parque 13 de Maio, depois segue para Av Guararapes, - PI - 15h: Teresina, na Praça da Liberdade, 15h, - PR - 17h: Curitiba, Praça Santos Andrade, marcha até a Boca Maldita - RJ - 15h: Rio de Janeiro, concentração na Cinelândia com todos movimentos sociais e com as centrais sindicais. - RN - 16h: Natal, em frente à Catedral - RR - Boa Vista - na Praça do Centro Cívico - RS - 9h: Porto Alegre, concentração em frente ao IPE-RS (Av. Borges de Medeiros, 1945), em defesa do IPE público. Após, concentração no Largo Glênio Peres, no centro da capital,
12h: caminhada rumo à Praça da Matriz. - * RS - ( 12 de março ) – 7h: Canoas, na Refinaria Alberto Pasqualini, em Canoas. - SC - 14h: em frente à Catedral - SE - 14h: Praça Carmerino - SP - 16h: concentração na Avenida Paulista, 901 (em frente à Petrobrás) e caminhada até a Praça da República - TO - 15h30 – Concentração no Posto do Trevo 2, caminhada na Avenida Tocantins, em Taquaralto até a Praça da Igreja São Jose - - - *** OBS : SE TIVER INFO COMPLEMENTAR DE OUTRAS CIDADES NO SEU ESTADO, DIVULGUE AÍ NO SEU ESTADO E NOS PASSE NAS MENSAGENS DA NOSSA PÁGINA PARA QUE DIVULGUEMOS TAMBÉM. - - MNCCD - MOVIMENTO NACIONAL CONTRA CORRUPÇÃO E PELA DEMOCRACIA - FOTO - Mobilização em Curitiba no último dia 25: 50 mil nas ruas - Em tempo: - - AÇÕES JÁ CHEGAM EM 18 ESTADOS E MOBILIZAM MAIS DE 20 MIL SEM TERRA - Ao longo desta semana, o Brasil amanheceu com diversas mobilizações das mulheres camponesas. Até o momento, mais de 20.000 mulheres participaram das ações em 18 estados brasileiros, com marchas, ocupações e trancamento de rodovias. - As mobilizações aconteceram em RS, MA, PR, SP, BA, Bsb, PB, GO, AL, SE, MT, TO, RN, CE, ES, PE, PI, PA. Alguns estados, como RJ, SC e MG realizam ações ao longo desta semana. - As ações fazem parte da Jornada Nacional de Lutas das Mulheres Camponesas, em que denunciam o modelo do agronegócio no campo brasileiro e propõem a agroecologia como alternativa ao capital estrangeiro na agricultura. - xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx - ***PARA FINALIZAR É ESSENCIAL IR A NOSSA PÁGINA E CURTI-LA, E, PEDIR NOTIFICAÇÕES NO MESMO BOTÃO DE CURTIR, SE NÃO O FACE NÃO PASSA NOSSAS PUBLICAÇÕES PARA VOCÊ A NÃO SER QUE PAGUEMOS. : - https://www.facebook.com/pages/Movimento-Nacional-Contra-Corrupção-e-pela-Democracia/394687030649173 - MNCCD - MOVIMENTO NACIONAL CONTRA CORRUPÇÃO E PELA DEMOCRACIA - REFORMA POLÍTICA JÁ ! PLEBISCITO OFICIAL PELA CONSTITUINTE SOBERANA E EXCLUSIVA DO SISTEMA POLÍTICO !! FORA FINANCIAMENTO EMPRESARIAL PARA CAMPANHAS ELEITORAIS !!! - * POR FAVOR NÃO APENAS CURTAM, MAS COMPARTILHEM ESTE POST COM PELO MENOS 30 PESSOAS, Leva apenas 03 segundos por pessoa; na divulgação é m u i t o mais eficiente que curtir. MUITO GRATOS. - – Quanto mais pessoas curtirem NOSSA PAGINA no FACEBOOK poderemos atingir o maior número de pessoas com esta reflexão e URGENTÍSSIMA mobilização para o nosso BRASIL! - MNCCD- MOVIMENTO NACIONAL CONTRA CORRUPÇÃO E PELA DEMOCRACIA

quinta-feira, 25 de dezembro de 2014

sábado, 15 de novembro de 2014

Posse da Dilma, Presidenta


Quinta, 1º de Janeiro de 2015, às 10 horas, em Brasília-DF 


Depois de reeleger a presidenta Dilma Rousseff, é hora de nos prepararmos para a sua posse! 

Vamos comemorar juntos a manutenção das conquistas dos últimos anos e os avanços que virão no segundo mandato! Será também uma oportunidade para encontrar os amigos virtuais feitos durante a campanha. ;D 

Participe e convide todos os seus contatos do Facebook (http://goo.gl/bSigOR)! 





sábado, 1 de novembro de 2014

COMNORTE - Encontro de Trabalhadores Espíritas do Vale do São Patrício e Norte Goiano


Chegou novamente o momento de traçar metas, organizar nossa casa espírita. E faremos isso nos dias 22 e 23 de novembro próximo na cidade de Campinorte, no colégio Deoclides Martins da Costa, na Av. Maranhão - Centro a partir das 17 horas.

Esperamos contar com a participação dos trabalhadores das casas espíritas da região para juntos trocarmos experiências e traçar planos.

ATENÇÃO: PRECISAMOS DE UM PARTICIPANTE DE CADA ÁREA DA CASA ESPÍRITA: 

1. Dirigentes 

2. Mediunidade 

3. Comunicação Social Espírita 

4. Estudos e Cursos 

5. Infância 

6. Área de juventude 

7. Juventude 

8. Atendimento Espiritual 

E nesse ano teremos uma oficina com o grupo AJA com Jesus, onde o participante (que deve ser indicado pela direção da casa espírita) receberá orientação para receber na casa espírita familiares que lutam contra as drogas na sua família.

Portanto precisamos de pelo menos 9 pessoas de cada casa para participar.

É muito importante a participação dos trabalhadores! 

terça-feira, 28 de outubro de 2014

Minutos de Sabedoria [ 157 ]


AJUDE a todos, como desejaria ser ajudado.
Se tem empregados, saiba compreender suas dificuldades, tanto quanto você deseja que eles compreendam as suas.
Coloque-se no lugar deles, e trate-os como você gostaria de ser tratado se ocupasse a posição deles.
Seu empregado é um irmão seu, que está iniciando a sua carreira.
Ajude-o o mais que puder e não se arrependerá. 


Texto de Carlos Torres Pastorino, publicado no livro Minutos de Sabedoria, da Editora Vozes. 

segunda-feira, 27 de outubro de 2014

Dilma, Presidenta reeleita!


Dilma Rousseff obteve 54.501.118 votos (51,64%).